sobre_gn_1.png

Notícias

Volume médio diário comercializado de janeiro a março cresceu 13,78%

 

Com a atual preço dos combustíveis líquidos, o Gás Natural Veicular (GNV) se consolida com um combustível ainda mais vantajoso para os motoristas. Tanto é que a procura pelo GNV cresceu nos primeiros três meses do ano no Paraná. O volume de vendas distribuído pela Compagas ao segmento cresceu 13,78% - a média diária de vendas saltou de 79,6 mil m³/dia em janeiro para 90,6 mil m³/dia em março.

Mais 98 apartamentos e dois estabelecimentos comerciais utilizarão gás natural

 

Nas últimas semanas, mais três edifícios residenciais e dois estabelecimentos comerciais de Curitiba fecharam contrato para uso do gás natural. No segmento residencial, 98 apartamentos dos Edifícios Skyline, Itamaraty e Rio Tocantins farão a migração para o uso do combustível para cocção e aquecimento. Os condomínios estão localizados nos bairros Cristo Rei, Centro e Bigorrilho.

Os estabelecimentos comerciais que fecharam contrato são o Hotel Golden Star e Fevitto Integrais. Localizado no Centro de Curitiba, o Hotel Golden terá o gás natural a partir de agosto para cocção e aquecimento. No mesmo mês, o comércio Fevitto Integrais, no bairro Água Verde, passará a utilizar o combustível no fogão do estabelecimento.

Os contratos foram firmados pela Gerência de Vendas Urbano da Compagas.

Investimento deve beneficiar residências do bairro Capela Velha com gás natural

 

A Compagas investirá, aproximadamente, R$ 1,45 milhão até 2018 para implantação da rede de distribuição que vai atender ao segmento residencial em Araucária.

O projeto deve ser iniciado em julho e vai atender a três condomínios do bairro Capela Velha, totalizando mil apartamentos. Com isso, Araucária se torna a terceira cidade do Estado do Paraná a ter abastecimento residencial de gás natural, depois de Curitiba e Ponta Grossa. Ainda este ano, o investimento será de R$ 1,07 milhão para a execução de uma extensão de 1,4 km de rede.

O gás natural apresenta como vantagens para o consumidor residencial o fornecimento contínuo e a canalização, que reduzem a preocupação com estoque e armazenamento de botijões, bem como menor risco de acidentes.

No primeiro trimestre de 2015, a Compagas observou um aumento de 22% no volume de vendas para o segmento residencial

 

(Curitiba, abril de 2015) O consumo de gás natural pelo segmento residencial teve um significativo aumento nos três primeiros meses de 2015. De acordo com a Companhia Paranaense de Gás (Compagas), no primeiro trimestre desse ano o volume de vendas de gás natural para residências foi 22% maior do que no mesmo período do ano passado, o que corresponde a uma média de 12.037 m³/dia. No mês de fevereiro, a companhia registrou o maior índice, um crescimento de 31% em relação ao mesmo período de 2014, seguido pelos meses de março e janeiro, com altas de 20% e 16%, respectivamente.

Estabelecimento utilizará gás natural na cozinha

 

A empresa Digital Suport Informática fechou contrato com a Compagas para uso do gás natural na cozinha do estabelecimento comercial localizado no Centro de Curitiba. O início de consumo deve ocorrer em cerca de quatro meses. O contrato foi firmado na primeira quinzena do mês pela Gerência de Vendas Urbano.

 

Compartilhar