sobre_cpg_1.png

Notícias

Conforto, praticidade e segurança são outros atributos que levaram mais de 4 mil consumidores a optar pelo combustível em 2018

 

Uma economia de até 30% na conta de gás. Essa é a proposta da Companhia Paranaense de Gás (Compagas) para o consumidor residencial em Curitiba. “Além da economia, o uso do gás natural oferece mais espaço aos condomínios, já que não é necessário espaço para tanques ou cilindros de combustível, mais comodidade, além de fatura individual de consumo e segurança”, destaca o gerente de vendas da Companhia, Justino Pinho.
            
O custo mais baixo na conta já é algo comprovado por quem utiliza o combustível. Há pouco mais de um ano, o síndico Valdemar Zanette sugeriu a conversão para o gás natural e os moradores do condomínio aprovaram a troca. "Eles me relatam que estão tendo uma grande economia com a conta de gás. Além disso, temos mais espaço no condomínio e não precisamos nos preocupar se o gás está acabando", explica Zanette.
 
Tais vantagens são comprovadas pelos números registrados pela empresa em 2018. No ano que passou, mais de 4 mil unidades residenciais iniciaram o consumo de gás natural para as principais atividades do dia a dia. A Companhia encerrou o ano com o atendimento a um total de 43,1 mil consumidores neste segmento, que juntos consumiram cerca de 30 mil m³/dia do combustível. De janeiro a dezembro, 114 empreendimentos passaram a utilizar o gás natural e, ao todo, são 956 edifícios que já utilizam o combustível no Paraná.
 
Compagas na Rua
 
Com peças que destacam algumas das principais vantagens do gás natural, a Compagas lança neste mês de fevereiro a campanha publicitária "Compagas na Rua". A primeira região a ser contemplada será a do Batel, em Curitiba. "Vamos desenvolver ações onde já temos rede de gás natural a fim de captar mais clientes e ampliar o volume distribuído, levando os benefícios do gás natural para um número cada vez maior de paranaenses", explica Patricia Alberti, Gerente de Marketing da Compagas.
 
Assinada pela Vivas Comunicação, a campanha ressalta a economia de até 30% na conta de gás e reforça outros atributos do combustível, como o faturamento individual e o fornecimento contínuo, que elimina a preocupação do consumidor com estoque de combustível, além de dispensar a necessidade de um local para o armazenamento de botijões de gás.
 
A ação será realizada com distribuição de materiais gráficos em determinados endereços, além de feiras gastronômicas da região, e também por meio da veiculação de anúncios em jornais específicos, mídias digitais e mobiliário urbano.
 
 

Sobre a Compagas  

Concessionária responsável pela distribuição de gás natural no Estado do Paraná. Empresa de economia mista, tem como acionista majoritária a Companhia Paranaense de Energia – Copel, com 51% das ações, a Gaspetro, com 24,5% e a Mitsui Gás e Energia do Brasil, com 24,5%. Em março de 2000, a empresa passou a ser a primeira distribuidora do Sul do país a fornecer o gás natural aos seus clientes, com a inauguração do ramal sul do gasoduto Bolívia – Brasil (Gasbol). Atualmente, a Compagas conta com mais de 43 mil clientes dos segmentos residencial, comercial, industrial, veicular e geração de energia elétrica e está presente em 16 municípios: Araucária, Curitiba, Campo Largo, Balsa Nova, Palmeira, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Colombo, Quatro Barras, Fazenda Rio Grande, Pinhais, Campina Grande do Sul, Paranaguá, Londrina, Carambeí e Castro.
 

Data final para o envio de propostas é 29 de março de 2019

O prazo de apresentação de propostas da chamada pública coordenada para aquisição de gás natural por concessionárias das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil foi prorrogado. Os interessados agora têm até o dia 29 de março de 2019 para encaminhar as propostas, conforme indicado nos editais disponíveis nos sites das companhias.

A prorrogação foi motivada por diversos pedidos de esclarecimentos feitos por potenciais proponentes e por solicitações de adiamento do prazo. Como o objetivo da chamada pública é proporcionar o maior número possível de ofertantes visando estimular o mercado para o suprimento de gás natural, as distribuidoras decidiram adiar a data final para entrega de propostas.

Representantes das companhias distribuidoras nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste se reuniram com Décio Oddone para esclarecer pontos sobre a agenda da ANP relativa à desverticalização da indústria do gás

Representantes das cinco distribuidoras que promovem a Chamada Pública coordenada para propostas alternativas de suprimento de gás natural nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil se reuniram nesta segunda-feira (28), com o Diretor-geral da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), Décio Oddone.

A reunião, realizada no Escritório Central da ANP no Rio de Janeiro (RJ), teve como objetivo o alinhamento necessário e esclarecimentos adicionais quanto à agenda da ANP relativa à desverticalização da indústria do gás natural, ação fundamental para o sucesso da Chamada Pública, promovida pelas distribuidoras COMPAGAS (Companhia Paranaense de Gás), GasBrasiliano (Gas Brasiliano Distribuidora), MSGÁS (Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul), SCGÁS (Companhia de Gás de Santa Catarina) e SULGÁS (Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul).

 

Executivo prevê ampliar a rede de distribuição de gás natural no Paraná.

Foto: Divulgação Site Antex.net

A Compagas ligou mais uma indústria à sua rede de distribuição de gás natural. A fábrica da Antex, localizada no município de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, iniciou o consumo do combustível canalizado na primeira quinzena do mês de dezembro. Na fábrica paranaense, o gás natural será utilizado em equipamentos industriais.

Compartilhar