sobre_cpg_1.png

Objetivo da Companhia é atender mais indústrias na região

 

A Região Norte do Paraná responde pelo segundo maior PIB (Produto Interno Bruto) Industrial do Estado*, gerando cerca de 25% do total de empregos industriais, dados que ficam atrás apenas da Região Metropolitana de Curitiba. Além disso, de acordo com dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) é grande o potencial de consumo de gás natural na região. De olho neste mercado, a Companhia Paranaense de Gás - Compagas iniciou uma ação estratégica com o objetivo de ampliar sua atuação na região.

"A primeira fase deste trabalho contempla um levantamento sobre o potencial energético dos maiores municípios do Norte paranaense considerando a localização dos consumidores, os combustíveis utilizados e sua competitividade frente ao gás natural, para avaliarmos qual a demanda a fim de ampliar a atuação da Companhia", explica Rafael Lamastra, diretor-presidente da Compagas.

Os estudos serão realizados inicialmente nos municípios de Londrina, Cambé, Rolândia, Arapongas e Apucarana. Uma equipe técnica já esteve nestas cidades para conhecer as principais demandas e o potencial energético local. “A ampliação da atuação da Compagas tem como foco o segmento industrial. Cientes de que há várias indústrias em expansão na região, acreditamos que o gás natural pode impulsionar o crescimento e o desenvolvimento econômico local", revela Lamastra. Com uma série de vantagens ambientais e operacionais, o gás natural é um combustível mais limpo e conta com fornecimento contínuo, diferenciais considerados importantes em diversos segmentos da indústria.

Ontem, 9 de abril, o diretor-presidente da Compagas, em conjunto com a equipe técnica, se reuniu com empresários e lideranças locais em Londrina para apresentar a atuação da Compagas, além de discutir as formas de aproveitamento energético do gás natural na região.

 

Mercado Londrinense

Presente em Londrina desde 2012, a Compagas conta com uma rede de distribuição de gás natural com 6,5 km na região, que atende cinco grandes indústrias com um volume médio total de 28.500 m³ por dia. Em 2018, o consumo de gás natural em Londrina cresceu 8%, ultrapassando a marca de 10 milhões de metros cúbicos no ano. “Acreditamos neste potencial, por isso queremos ampliar a distribuição de gás natural na região, de forma a impulsionar as indústrias e aumentar a participação do gás canalizado na matriz energética paranaense”, finaliza o diretor-presidente.

Atualmente, a Compagas atende mais de 180 indústrias em todo o Paraná que consomem o gás natural para os mais diversos fins, como matéria-prima, para cogeração e geração de energia elétrica. Juntas, estas empresas consomem mais de 1 milhão de m³ diários de gás natural. Entre as vantagens do uso do combustível para o setor industrial estão os benefícios relevantes para o meio ambiente, pois sua queima produz baixa emissão de poluentes, já que a combustão é mais limpa e eficiente. Como o gás natural não deixa resíduos, também há uma diminuição do custo operacional com manutenção de máquinas, transporte e armazenamento de combustível.

(*) De acordo com estudo de mercado “Panorama Industrial do Paraná - 2016” realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná.