comercial1.png

Condomínios residenciais estão localizados em Curitiba e serão abastecidos pela rede de distribuição da Companhia

 

Em busca de mais segurança e economia, mais quatro condomínios residenciais assinaram contrato com a Compagas para uso do gás natural em suas unidades domiciliares. No total, mais 166 apartamentos serão atendidos pela rede de distribuição de gás natural para uso do combustível em fogões e aquecedores das unidades.

Os edifícios Campos Gerais, no bairro Ahú, Phanton, no Bigorrilho, e Jotabê, no Água Verde, passarão pelo processo de conversão do uso do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) para o Gás Natural e o início de consumo se dará após a ligação dos edifícios à rede e conversão de todas as unidades domiciliares, conforme os prazos estabelecidos em contrato.

O Empreendimento Silicon Valley, em obras no bairro Campina do Siqueira, deverá ser entregue aos futuros moradores em dezembro de 2018 já com o fornecimento de gás natural disponível nos apartamentos. Isso porque, o contrato firmado entre a Compagas e a Construtora Silicon prevê a construção da rede interna de distribuição de gás natural em conjunto com as obras do empreendimento, como parte integrante do projeto do condomínio.

Todos os clientes contarão em breve com as vantagens que o gás natural oferece. O gás natural apresenta maior segurança, por apresentar densidade específica menor que a do ar, em casos de vazamento, a sua dispersão na atmosfera é mais rápida, reduzindo os riscos de acidentes. Além disso, o fornecimento contínuo elimina a preocupação do consumidor com estoque de combustível e não é preciso destinar um local do edifício para armazenar botijões de gás, o que otimiza as áreas comuns dos condomínios, e reduz o trânsito de caminhões que atrapalham o trânsito e os moradores. A Compagas ainda dispõe do serviço de débito automático nos bancos Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica e Santander.

Atualmente, a Compagas atende mais de 37 mil clientes do segmento residencial que juntos consomem em média 31 mil m³ diários de gás natural para uso em fornos e fogões, aquecedores, lareiras, secadoras e lava roupas, aquecimento de piscinas e pisos, entre outras ações.